Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Exoneração da Professora Rejane Jardim - UFPel

Para: Universidade Federal de Pelotas, Ministério Público

Tendo em vista as recentes publicações nas redes sociais da Professora Rejane Jardim, coordenadora do Laboratório de Estudos Feministas da Universidade Federal de Pelotas, qual ameaça a qualquer pessoa com posicionamento político diferente ao seu, a comunidade pelotense, com base no Art. 147, do Código Penal - Decreto-Lei No 2.848, de 7 de dezembro de 1940, pede a imediata exoneração da funcionária pública federal, bem como, a instauração de inquérito investigativo à cerca da sua possível periculosidade para a sociedade.

Das publicações:


"Fascistas ***se referindo a pessoas com pensamento diferente do seu*** têm de morrer, um a um, e me inscrevo para essa missão"


"Morte aos fascistas !", apela aos seus correlegionários lulopistas a professora pública, ao se referir a todos os patriotas brasileiros que defendem a prisão do réu condenado por corrupção Lula da Silva.

"- Meu ódio é revolucionário e é ódio de classe, sim. Odeio burguês. E você, cuide-se para saber de que lado está."

Ambos disponíveis em https://www.facebook.com/rejane.jardim.56

Publicado também no site: http://polibiobraga.blogspot.com.br/2018/04/professora-da-ufpel-pelotas-brada-no.html?m=1



  1. Actualização #1 "Eu quero é guerra", diz professora da UFPel...

    Criado em segunda-feira, 16 de abril de 2018

    1) Durante uma entrevista sobre o Pacto Pelotas pela Paz, a professora Rejane Jardim diz que a Prefeita Paula Mascarenhas não pode querer a paz para a comunidade pelotense, pois é filiada ao PSDB, o partido que supostamente armou um golpe contra a "democracia" e a "legalidade", que a professora e seus correligionários querem a guerra, não a paz. 2) Texto de ex-aluno do curso de economia, também situado no ICH - Instituto de Ciências Humanas, relata a triste vivência com ex-colegas e com a instituição: Segregação por posicionamento político ou a ausência dele, constantes greves de professores, falta de materiais, etc. Veja isso e muito mais em https://www.facebook.com/pelotaslivre




Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
1.880 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar