Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Razões para assinar. O que dizem outros assinantes.
A opinião e razões dos signatários do Abaixo-Assinado: Abaixo-assinado em defesa da carga horária mínima de 8 horas, para apub@apub.org.br

Nome Comentário
Fernanda L. É fundamental a atividade em sala de aula mas para seu bom desempenho o docente tem que estar preparado tanto do ponto de vista pedagógico quanto científico. A Universidade requer produção científica, pois do contrário seria mais um escolão de 3º Grau. Além de fazer ciência o professor tem que ultrapassar os muros da academia e chegar à população, oferecendo serviços de excelência em diferentes ramos. Para tudo isso são necessários recursos que são conseguidos através de projetos os quais só são alcançados frente a comprovada experiência científica. Tudo é fruto de muita dedicação e empenho dos docentes que, alinhados com suas metas dedicam-se dioturnamente às suas tarefas.
Jorge D. Quem se dedica ao ensino, pesquisa e extensão necessita de 20 horas (08 de aulas/semanais e orientação) para o ensino e outras 20 para pesquisa. Quem somente ensina deveria ter uma carga horária maior.
Juliano A. Tão importante quanto o mínimo é um máximo permitido.
CELI T. CONTRA A INTENSIFICAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE E A EXPLORAÇÃO DOS FUNDOS PÚBLICOS. EM DEFESA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR DE QUALIDADE SOCIALMENTE REFERENCIADA. A CIÊNCIA REQUER TEMPO. A FORMAÇÃO OMNILATERAL REQUER INTEGRAÇÃO ENSINO-PESQUISA-EXTENSÃO.
Ana C. Repensar a carga horário de ensino viabilizará maior tempo para ações extensionistas e de pesquisa. Por conseguinte qualificará o ensino universitário.
Ligia S. Apesar de estar aposentada gostaria de manifestar-me a esse respeito tendo em vista ser esta uma causa relevante para assegurar tanto a qualidade do ensino quanto para viabilizar a realização de pesquisa e extensão na Universidade.
Maria S. Grata!...
Roberto M. 8 horas semanais
Benedito A. O que vem acontecendo nos últimos 10 anos, pode colocar em risco a Universidade Publica de Qualidade, entre outras derrotas da sociedade
Elza P. Tenho experienciado 14 horas semanais o que tem comprometido o desenvolvimento da pesquisa e da produção acadêmica.
virgínia r. Mais do que justo a carga horária docente de 8 horas (inclusive indicado na LDB). Trabalhamos com o tripé ensino-pesquisa-extensão além das atribuições administrativas e, sobretudo, não abrimos mão da qualidade do ensino.
Ailton J. Com 45 alunos em cada turma e duas turmas por semestre, só para atendermos cada aluno por 30 minutos três vezes por semestre, dedicamos cerca de 8 horas semanais. Isso só para início de conversa. Nem ouso contabilizar preparo e correção de provas, revisão de livros e coisas mais esquecidas por aí. Cada hora em sala de aula requer cerca de duas horas para atividades relacionadas diretamente á aula. Como ter-se-á ensino de qualidade sem termos como estudar! Como um professor fará uma pesquisa de verdade sem tempo? O que pretendem fazer, mais parece com a escravização dos professores ou, talvez, com a comprovação da total falta de conhecimento daqueles que atualmente apregoam qualidade do ensino.
João R. Desde quando fomos, com Joviniano, representante dos docentes no CONSUNI da UFBA, chamamos a atenção para o fato que a LDB 1996 estabelece o mínimo de 8 horas de aula por docente, no ensino superior, e que o Regimento Geral da UFBA ia de encontro a uma Lei, ao estabelecer um mínimo diferente daquele. Foi conquista nossa, a suspensão temporária desse dispositivo do Regimento, mas depois tudo voltou a acontecer, como se o assunto não tivesse sido levantado pela representação docente, que inclusive deu parecer sobre isso, que deve estar arquivado no CONSUNI! João Augusto de Lima Rocha.
Paulo A. A defesa da carga mínima de 08 horas deverá estar atrelada as outras atividades do professor. Portanto, não é uma defesa indiscriminada para todos os docentes.
Marcia M. Sou a favor das 8 horas/ semana, como em muitas universidades federais para que os professores possam melhor desempenhar suas funções de ensino, pesquisa e extensão, sem comprometer sua saúde.
silvia s. Maior carga horaria compromete as pesquisas, aulas de pos-graduação e formação de recursos humanos em pos-graduações.
Doriedson G. Concordo com a carga-horária mínima de 8 horas.
Mário J. Aposentado
ASTERIO N. EM DEFESA DA CARGA HORARIA MINIMA DE 8 HORAS.
Maria M. Atuar em universidade pública significa não somente ministrar aulas, mas também realizar atividades de pesquisa, extensão e administração, as quais consomem a maior parte da atividade docente. Por isso defendo a redução da carga horária de aulas.

Assinaram o abaixo-assinado
345 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.



Ler texto do Abaixo-Assinado