Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Nota de Repúdio - Assassinato de Prostitutas em Belém

Para: Autoridades da cidade de Belém

NOTA DE REPÚDIO
Por meio desta nota, nos somamos ao GEMPAC - Grupo de Mulheres Prostitutas do Estado do Pará, para repudiar e cobrar providências para o devido esclarecimento da série de assassinatos de prostitutas que está em curso na região central de Belém desde o 01 de janeiro.
Em quatro dias, o número de pessoas assassinadas na região metropolitana de Belém já passou de 50. Entre estas, estão várias mulheres prostitutas associadas ao GEMPAC, sendo 4 somente na região da Campina, perto do Ver-o-Peso e da sede do GEMPAC.
Consideramos importante denunciar estes assassinatos pois acabamos de começar 2018 e essa série macabra iniciar logo no primeiro dia de ano eleitoral é, no mínimo, uma nota digna de ser lida e interpretada como um recado cruel.
Importante lembrar que a região central de Belém é também objeto de uma especulação imobiliária e que isso, em ano eleitoral nas circunstâncias que já sabemos, configura um contexto fecundo para ações violentas dessa natureza: letal.
O GEMPAC sempre esteve ativo nos debates políticos de sua cidade e região e, por isso, as prostitutas assassinadas que eram associadas ao GEMPAC claramente eram mulheres militantes que tinham como causa primeira o reconhecimento da atividade e, com ela, uma série de políticas públicas e uma invejável formação para a vida política. Acreditamos que esses crimes, que parecem crimes de extermínio, estejam sendo baseados nessa trajetória de luta de mulheres que reúnem uma série de características que, aos olhos dos agentes do crime, são potencialmente contestatórias de um sistema opressor que não espera direitos, muito menos reconhecer direito algum, somente a imposição da força para a garantia de uma lógica antagonista de qualquer direito, pois antagonista de qualquer princípio humanitário.
Rio de Janeiro, 6 de Janeiro de 2018.
Observatório da Prostituição – IPPUR/UFRJ
Laboratório GENPOSS - Universidade de Brasília - UnB
Monique Prada - Central Única das Trabalhadoras e Trabalhadores Sexuais - CUTS, Mundoinvisivel.org e GASC - ONU Mulheres Brasil
Celia Gomes – APROSPI (Associação de Prostitutas do Piauí) e Central Única das Trabalhadoras e Trabalhadores Sexuais - CUTS
Diana Soares- ASPRORN/ Articulação Nacional de Profissionais do Sexo
Rede Brasileira de Prostitutas
Maria Mello de Malta - Instituto de Economia - UFRJ Pró-reitora de Extensão UFRJ
Laura Murray - Instituto de Medicina Social-UERJ
Flávio Lenz – Davida
Friederike Strack - Hydra/Berlim, Alemanha
Veronika Munk – TAMPEP/European Network for the Promotion of Rights and Health among Migrant Sex Workers
Sônia Correa – Pesquisadora Associada ABIA e co-coordenadora do Observatório de Sexualidade e Política
Marco Antonio da Silva Mello – Coordenador do LeMetro/IFCS-UFRJ e Professor do Departamento de Antropologia Cultural (DAC/IFCS-UFRJ)
Felipe Berocan Veiga – LeMetro/IFCS- Chefe do Departamento de Antropologia da UFF e pesquisador do LeMetro/IFCS-UFR
Andréa de Sousa Gama – UERJ
Ana Paula da Silva/INFES/UFF
Thaddeus Gregory Blanchette/UFRJ-Macaé
Silvana Olivieri - Universidade Federal da Bahia - UFBBA
Desembargadora Cristina Gaulia – TJRJ
Marcela Amaral - Sertão – Universidade Federal de Goiás – UFG
Tatiana Raulino - Serviço Social UFCG
Andrea Pacheco – UFAL
Magali da Silva Almeida – UFBA
Marco José Duarte - UFJF
Maria Cristina Nobre – UECE
Maria Elaene Rodrigues Alves - UnB
Heloisa Helena Correa da Silva – Universidade Federal do Amazonas – UFAM
Cristina Ayoub Riche - Professora do Núcleo de Estudos de Políticas Públicas em Direitos Humanos - UFRJ
Lourdes Maria Bandeira - coordenadora do Nepem – Universidade de Brasília - UnB
Frederico Guilherme Bandeira de Araujo - Grupo de Pesquisa Modernidade e Cultura (GPMC)
Santuzza - Trabalhadora sexual de Belo Horizonte
Priscilla Maia de Andrade – Laboratório GENPOSS - UnB
Núcleo de Estudos Sobre a Mulher- Simone de Beauvoir – Univervidade Estadual do Rio Grande do Norte - UERN
Cyntia Cristina de Carvalho e Silva – UNB
Maira Monteiro Fróes - UFRJ
Aparecida F Moraes - Professora da UFRJ e pesquisadora do Núcleo de Estudos de Sexualidade e Gênero/NESEG
Silvia Mileo - Ministério Público – PA
Comissão da Mulher Advogada - Subseção Irecê – Ba
Diana Helène Ramos – IPPUR – UFRJ
Orlando Santos Junior – IPPUR-UFRJ
Daniel Simião – Professor do Departamento de Antropologia UnB
Michelle Barbosa Agnoleti - UEPB
Lívia Freire da Silva - UFRN
Tibério Oliveira – UFRN
José Mighel Nieto Olivar – Núcleo de Estudos de Gênero-PAGU
Elaine Bortolanza – Davida/Daspu
Jucilaine Maria de Carvalho – SEDUC-PI
Leonildo Nazareno do Amaral Guedes – Professor da Universidade Federal do Pará, Campus Marajó-Breves
Fernanda Marques Queiroz – professora Serviço Social e Pesquisadora NEM/UERN
Ilidiana Diniz – Professora Serviço Social UFRN/GEPTED
Luciana Simião – Assistente Social/Doutoranda UFRN
Rita de Lourdes de Lima – Professora Serviço Social UFRN/GEPTED
Antoanete Madureira – Professora Serviço Social UFRN/GEPTED
Ilka de Lima Souza – Professora Serviço Social UFRN/GEPTED
Raquel Viana GEPTED/UFRN
Ser-Tão - Núcleo de Estudos e Pesquisas em Gênero e Sexualidade – UFG
GEPTED – Grupo de Trabalho, Ética e Direitos – UFRN
Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Diversidade Sexual, Gênero e Direitos Humanos – TIRÉSIAS-UFRN
Samya Martins SEMTAS-Prefeitura de Natal-RN
Joilma Oliveira – GEPTED-UFRN
Tassia Rejane Monte dos Santos – GEPTED-UFRN
Kleber Macarenhas Navas – Assistente Social São José do Rio Preto SP
Raquel Cardoso – GEPTED-UFRN





Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
245 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar