Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Petição Desocupa UFPA Altamira

Para: Campus UFPA Altamira

A turma de Medicina UFPA campus Altamira expressa indignação diante de todo o ocorrido durante o movimento de ocupação da universidade no município iniciada no dia 01 de novembro de 2016. Declaramos a invalidade do movimento frente a inúmeros motivos:


=> A votação realizada em uma Assembleia sobre a ocupação da universidade não contou com legitimidade desde o princípio. A turma de medicina não foi comunicada sobre tal votação. Ademais, poucos universitários presenciaram a Assembléia, revelando, possivelmente, uma influência direta de interesses de grupos a favor da efetivação do movimento.

=> O movimento de ocupação do campus impediu a realização de eventos ao longo do período de interdição. A Cerimônia do Jaleco, a ser realizada no dia 09 de novembro, foi impedida de ocorrer devido à ocupação. Outros eventos foram igualmente cancelados, tais como Sellca (referente ao curso de Letras) e Sebio (referente ao curso de Biologia). Contudo, fatos recentes revelam a incoerência e a ilegitimidade do movimento. A Semana de Integração das Ciências Agrárias, cujo incio está previsto para o dia 12 de dezembro do mesmo ano, terá seu prosseguimento sem intervenções maiores. A indignação da turma de medicina e de outros universitários intensifica-se frente ao abuso de poderes expressado pelas lideranças do movimento ao consentir o prosseguimento do evento das Ciências Agrárias.

=> O movimento de ocupação revela, ainda, inefetividade diante dos abusos cometidos no período. Universitários da turma de Medicina, inúmeras vezes, sofreram impedimento ao tentar visitar o campus. Durante uma catalogação de peças anatômicas, os discentes foram informados da impossibilidade de ingressar novamente no campus por representantes da ocupação.


Nesse sentido, diante de inúmeras incoerências, da ilegitimidade do movimento, da luta pela igualdade de direitos, da luta pelo livre usufruto do espaço público da UFPA campus Altamira, a turma de Medicina exige a solicitação de uma nova votação sobre a continuidade do movimento da ocupação do campus. A Assembléia deve contar com a conscientização de todos os universitários dos cursos ofertados pela universidade no município a fim de que não ocorra a proeminência de grupos minoritários nesta decisão democrática. Almeja-se, dessa maneira, a livre expressão de opiniões a respeito do futuro da universidade que afetará a todos. Exige-se, ainda mais, a preservação da igualdade, pregada pela Carta Magna, promulgada em 1988, ao conceder maior participação de ideais defendidos pela turma de Medicina e de todos os universitários indignados com o movimento de ocupação do campus. Assim como proposto por Jürgen Habermas, exige-se a ética do discurso, em um contexto democrático, com o intuito de se deliberar o consenso na esfera pública.



Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
32 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar