Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Pedido de tombamento como Patrimônio Cultural do conjunto escultórico dos orixás dos Correios da Pituba em Salvador, Bahia.

Para: Exma. Sra. Arany Santana - M. D. Secretária da Cultura do Estado da Bahia

Nós, abaixo assinados vimos requerer a abertura do processo de tombamento como patrimônio cultural do estado da Bahia, do conjunto escultórico de autoria de Mário Cravo Junior, pioneiro da arte moderna baiana e conhecido internacionalmente, constituído de três esculturas em latão e cobre martelado e soldado, representando os orixás: Oxalá, Exu e Iemanjá.
O conjunto inteiro é formado por uma bacia de Iemanjá e um barco de Oxalá em concreto com relevos na lateral representando dez orixás: Ogum, Iansã, Xangô, Oxum, Obá, Omolu, Nanã, Oxóssi, Ossain, Oxumaré.
Das três esculturas maiores, a de Exu mede 4 metros e 30 centímetros de altura; Iemanjá localiza-se dentro de um espelho d’água (a bacia de Iemanjá), mede 3 metros e 10 centímetros e Oxalá com três metros e 20 centímetros de altura, posicionado em cima de seu barco. (A Tarde – Caderno 2, sexta-feira, 21 de dezembro de 1984).
O conjunto escultórico encomendado pela empresa Correios é o que de mais belo realizou Mário Cravo para a cidade de salvador, o próprio artista reconheceu ser o Exu dos Correios a obra “mais importante que fez em sua vida”. (A Tarde – Caderno 2, sexta-feira, 21 de dezembro de 1984 – texto de José Augusto Berbert – fotos: Roque Quito).
Sobre o trabalho de implantação, declarou Mário Cravo: “Tive que fazer três colocações diferentes, porque a área é muito grande, com mais de 200 metros de extensão. Aproveitei um relevo natural do terreno, não permitindo a terraplanagem, para pôr a primeira e a maior: o Barco dos Orixás, onde está a figura de Oxalá, o maior de todos, com 3 m20 de altura. Em volta coloquei as imagens, em relevo, dos 10 orixás (A Tarde – Caderno 2, sexta-feira, 21 de dezembro de 1984 – texto de José Augusto Berbert – fotos: Roque Quito). O escultor trabalhou seis meses produzindo as peças e a inauguração deu-se no dia 20 de dezembro de 1984.
Conforme exposto, interessa para a sociedade baiana a salvaguarda do conjunto escultórico, e sua disposição, mesmo que ele tenha que ser transferido para outro local.
É urgente esse tombamento em razão de a empresa Correios já ter inserido em uma lista de bens para alienação, publicada recentemente no Jornal O Globo, o edifício em que está localizado o conjunto escultórico.





Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
517 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar