Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Respeito e cuidado com mulheres em situação de Perda Gestacional : Toda vida tem valor!

Para: Maternidades do Brasil

Este abaixo assinado surgiu de uma experiência pessoal vivida em uma Maternidade de um hospital privado em Salvador - BA.
Eu passei por uma perda gestacional com 12 semanas de gestação, considerado na literatura médica de abordo espontâneo, que dizem ser recorrente em mulheres que estão em sua primeira gravidez, como foi o meu caso.
Ao passar por essa intercorrência médica, me deparei com uma equipe médica altamente desumana, recebi a notícia que o meu bebê não estava mais com batimentos cardíacos na sala de ultrassonografia da referida maternidade por um médico radiologista que não teve nenhum cuidado em falar que meu filho estava morto na minha barriga, por mais que ele tivesse que me dizer a verdade, mas foi de uma frieza e desumanidade abissal. Retornei naquela noite para casa com o coração em pedaços, não quis permanecer no hospital para realizar outro exame e solicitei a minha liberação daquela emergência obstétrica, não tive nenhum acolhimento pela equipe de médicos e enfermeiros de plantão e prontamente falei do que estava passando e do comportamento deles em situações como a minha.
Na manhã seguinte tive que retornar ao hospital pois estava passando por um aborto retido e sentia fortes cólicas e sangramento, fui atendida novamente na mesma emergência, porém por outra equipe de plantonistas, da sala de triagem fui encaminhada para o mezanino onde ficava a sala de observação e esperava para seguir para o Centro Cirúrgico da Maternidade, fui preparada para passar pelo procedimento de Curetagem. Senti uma forte cólica era a saída do saco gestacional, então chamei a enfermeira, ela trouxe um pote, então perguntei a ela se meu bebê estava dentro do saco gestacional, prontamente ela me respondeu: " tem uma coisa aqui dentro". Eu me calei. Então me encaminharam para o Centro Cirúrgico, onde tive que passar por uma longa espera ao lado de mães que estavam ali para darem a vida a seus bebês, mães que já haviam dado a vida a seus bebês, ouvi os primeiros choros dos bebês que nasciam. Implorei a enfermeira chefe para me tirar daquele lugar, que eu pudesse esperar a minha hora lá fora, e não fui atendida, o pai do meu filho não podia entrar comigo afinal eu era a " cureta" e não a cesariana, então não podia ter acompanhante. Meu sofrimento naquele espaço foi ignorado.
No período de recuperação e estadia no hospital o tratamento só piorou, implorei mais uma vez para ter alta, dividi o quarto com uma mulher que havia passado por um outro procedimento ginecológico. A equipe que me atendeu naquela tarde, noite e madrugada me atenderam sem a menor sensibilidade para com a minha pessoa e a minha dor, as frases eram as piores possíveis, perguntei se tinha uma psicologa na equipe, fui informada que não. Quis falar com a ouvidoria do hospital e me deram um número que não atendia, ao receber alta falei com a equipe sobre o tratamento e só a enfermeira olhava na minha cara, os médicos que estavam no local me ignoraram. Passei pela perda do meu filho!
O que desejo: Mais humanização das equipes médicas nas maternidades ao atenderem mulheres que passam por uma perda gestacional ou neonatal. Mais respeito e cuidado ao luto materno!
Teria muito mais a contar sobre essa dor, mais ficarei por aqui. Eu sou mãe e toda vida merece respeito , meu filho era uma vida e ouvi o seu coração pulsar dentro de mim.

Assinado: Mãe.





Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
24 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar