Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

IMPORTÂNCIA DA MANUTENÇÃO DO PROFSOCIO

Para: Ao Presidente da CAPES Prof. Anderson Ribeiro Correia

Os cidadãos e cidadãs abaixo-assinados, pesquisadoras/es e professores/as da área de Ciências Sociais, representantes das equipes pedagógicas das escolas, estudantes da Educação Básica e seus familiares, solicitam sua atenção para a importância do Programa de Mestrado Profissional em Sociologia (ProfSocio), dedicado ao aprofundamento de estudos (em nível de pós-graduação stricto sensu) na área de Ensino da Sociologia.

Os motivos pelos quais entendemos que a sociologia é um ramo de conhecimento indispensável no repertório de estudos pós-graduados voltados à formação de professores/as são vários e se referem tanto ao cumprimento da legislação em vigor (em particular para o Ensino Médio), quanto ao reconhecimento de sua contribuição para compreensão de nossa posição e responsabilidade no mundo. Vamos aos pontos exatos:

1. Em primeiro lugar, lembramos as passagens da Lei nº 13.415/17 (que ficou conhecida como Reforma do Ensino Médio e cuja aprovação transformou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 1996):

a) A referida Lei designa os sistemas de ensino estaduais como responsáveis pela elaboração dos currículos do Ensino Médio desde que respeitada a Base Nacional Comum Curricular (artigo 3o, § 1°).
b) A Lei determina que um dos itinerários formativos que se apresentará como opção aos/às estudantes será “Ciências Humanas e Sociais Aplicadas”. (artigo 3o)
c) A Lei também afirma expressamente que os estudos e práticas de sociologia (bem como educação física, arte e filosofia) são conteúdos obrigatórios a todos estudantes do Ensino Médio. (artigo 3o, § 2°)

2. Na Base Nacional Comum Curricular, por sua vez, é possível identificar necessidade de conteúdos de sociologia para o desenvolvimento das competências elencadas como imperativas ao fim da etapa da Educação Básica. Vejamos quais são as contribuições decisivas da sociologia para a consecução das competências mencionadas no documento:

a) Entender do mundo social e cultural do ponto de vista científico para interpretar causas e relações dos/entre fenômenos sociais, formular hipóteses e apontar soluções para os problemas provocados pela interação humana. (refere-se às competências gerais 1 e 2 mencionadas no documento)
b) Desenvolver o entendimento de aspectos da vida social, em particular a produção artística e cultural, o uso das tecnologias de informação e as alternativas no mundo de trabalho. (refere-se às competências gerais 3, 4, 5 e 6 mencionadas no documento)
c) Argumentar sobre temas sociais (por exemplo a crise ambiental, o consumo e os direitos humanos) com base em fatos e métodos de pensamento confiáveis que favoreçam a defesa racional de pontos de vista e a responsabilidade do cuidado dos outros e do planeta. (refere-se à competência geral 7 mencionada no documento))
d) Elaborar ferramentas para compreender e respeitar a diversidade humana e social, desenvolver a auto-estima, favorecer a empatia, flexibilidade e a resiliência a partir de princípios democráticos, inclusivos e solidários. (refere-se às competências gerais 8,9, e 10)

3. Não se pode também esquecer que conteúdos de sociologia estão presentes em alguns dos principais exames para o ingresso no ensino superior no Brasil:

a) No vestibular de algumas principais universidades do país a sociologia não apenas se apresenta como disciplina específica a ser avaliada (como ocorre na UFPR, UFSC, UFU, UFV, UECE), mas também conhecimentos sociológicos são reclamados para o melhor desempenho nas redações.
b) A esse respeito o ENEM (maior exame de larga escala no país que teve, em 2019, cerca de 5 milhões de inscritos) tem questões específicas de teor sociológico no caderno de Ciências Humanas, bem como os temas da redação frequentemente exigem domínio de problemas atuais da vida social. A esse propósito, a Cartilha de Redação do ENEM 2019 afirma que o/a candidata/o deve apresentar argumentos razoáveis em favor de um ponto de vista e, em seguida, elaborar uma ideia de intervenção para solucionar o problema. Considerando-se os temas propostos desde a origem do ENEM, podemos concluir que a/o candidato, para seu melhor desempenho, deverá apresentar imaginação sociológica capaz de explorar causas e efeitos das ações sociais, bem como imaginar os meios a partir dos quais o curso de determinado comportamento possa ser transformado.

4. Entendemos que a sociologia é uma ciência que possui repertórios teóricos e métodos legítimos (qualitativos e quantitativos) que permitem interpretar com sofisticação múltiplos aspectos que condicionam a interação humana e que, desse modo, favorece não apenas o entendimento das estruturas sócio históricas abrangentes, como também auxilia no balanço acerca das possibilidades individuais de atuação no mundo. Permite, como nos diz Weber em “A ciência como vocação”, que cada um de nós pense como mais nitidez sobre o sentido último de nossa própria conduta. Com isso, seu conteúdo torna-se apoio fundamental desenvolver o projeto de vida do/das estudantes, para que sejam capazes de fazer escolhas responsáveis e conscientes, em diálogo com seus anseios e aptidões.

5. O Profsocio é um espaço de aprofundamento dos conteúdos das Ciências Sociais (incluindo inclusive antropologia e ciência política) e dos métodos de ensino na Educação Básica e permite que professores se capacitem para fazer a transposição do campo científico para o campo escolar. Há duas turmas já em curso, com mais de 250 professores/as inscritos em todo o Brasil e os resultados já são muito nítidos na qualidade de suas aulas. As dissertações da primeira turma serão defendidas em março e poderão ser compartilhadas entre muitos profissionais colaborando para um novo padrão de produção e circulação de uma consciência racional da vida social na escola e na sociedade. Esse é um ciclo que não pode ser interrompido porque dele depende a capilaridade do trabalho de qualificação docente e a ampliação, desde as escolas, das condições sociais para reflexividade acerca das relações que produzimos em sociedade. Nunca, em tempo nenhum, isso foi tão fundamental porque, como sabemos, a complexidade e os impasses da vida contemporânea são agora muito exigentes.

Por todas essas razões solicitamos a Capes a continuidade do ProfSocio no ciclo de avaliação da pós-graduação, sem atrasos ou interrupções, juntamente com os outros cursos do Proeb.





Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
2.676 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar