Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

REABERTURA IMEDIATA DA PONTE PADRE ABEL E A PAVIMENTAÇÃO DA CAM 127

Para: EXMO.PROMOTOR DR.JOSÉ FERNANDO VIDAL DE SOUZA - 12ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA CIVIL DE CAMPINAS DO MEIO AMBIENTE

Os moradores, usuários e comerciantes do Distrito de Joaquim Egídio, Sousas, Campinas e região aqui representados pela AMAJE - ASSOCIAÇÃO DE MORADORES E AMIGOS DE JOAQUIM EGÍDIO, inscrita no CNPJ sob o nº 17.530.099/0001-36, vem pela presente "petição pública" reivindicar a Vossa Excelência que determine a EMDEC/Prefeitura Municipal de Campinas providências/reparos necessários e a reabertura imediata da centenária Ponte Padre Abel sobre o Rio Atibaia na estrada Dona Izabel Fragoso Ferrão (CAM 127) que a liga ao KM.122 da Rodovia Dom Pedro I, SP065, e a pavimentação da estrada citada.
Cumpre esclarecer que tal solicitação prende-se ao fato de que o contido no Proc.5988/19 MA demonstra que a ARTESP e a Concessionária Rota das Bandeiras "transferiram a responsabilidade da manutenção" à Prefeitura Municipal de Campinas após a assinatura do convênio de manutenção da ponte e da estrada CAM 127 por parte da Concessionária Rota das Bandeiras e desde o ano de 2009 (10 anos) recebendo a vultuosa quantia de R$ 2.600.000,00 anuais conforme placa informativa da artesp e rota das bandeiras instalada entre a Ponte e a CAM 127, para a "conservação e manutenção das estradas vicinais" após o qual, vem apontando, relatando e transferindo os problemas estruturais (os quais constatamos não haver os problemas mencionados pela Artesp e Rota das Bandeiras para a passagem de veículos de passeio até 2 T e para isso entendemos que se faz necessário uma nova avaliação de Vossa Excelência) da Ponte Padre Abel e da CAM 127 à Prefeitura Municipal de Campinas, à EMDEC, à Secretaria de Infraestrutura, ao Secretário de Cultura responsável pelo Patrimônio Histórico, Setor Jurídico e ao Prefeito Jonas Donizete, os quais desde então nada fizeram em relação a correção e manutenção dos problemas de estrutura da ponte informados pela ARTESP, fato esse que levou a sua interdição por determinação de Vossa Excelência, o qual está trazendo enorme e inúmeros transtornos em seu direito de ir e vir e ao direito de mobilidade urbana aos moradores, estudantes, turistas gastronômicos e inúmeros usuários que se utilizam da ponte e da estrada para ganhar o acesso a Rodovia Dom Pedro I, Campinas, Valinhos, Vinhedo, Louveira, Jundiaí, Itatiba, Atibaia, Sul de Minas entre diversos outros municípios, sendo que a ponte e a CAM 127 é o único acesso direto ao distrito de Joaquim Egídio, o qual interditado, transferiu e inchou para o centro do distrito de Sousas o transtorno no já caótico transito.
Diante do exposto, fique com os nossos votos de estima e consideração.
Carlos Mercadante - Presidente da AMAJE-Associação de Moradores e amigos de Joaquim Egídio.




Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
1.056 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar