Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

NÃO AO ENSINO A DISTÂNCIA NA USP! EM DEFESA DA PERMANÊNCIA ESTUDANTIL!

Para: Ministério da Educação (MEC) e reitoria da USP

Diante do avanço do COVID-19, do descaso e da falta de atitude em tempo hábil por parte do governo, com a necessidade das medidas de quarentena e dos cuidados com a saúde pública, o movimento Correnteza da USP defende que as resoluções institucionais sejam cumpridas pela comunidade acadêmica, a saber:

1) Que as aulas na graduação permaneçam suspensas pelo período determinado no comunicado da reitoria;

2) Que um novo calendário para o cumprimento do ano letivo seja discutido com participação da comunidade discente após o retorno das aulas;

3) Que possíveis atividades a distância não sejam consideradas como substitutivas de aulas presenciais, porque exclui os estudantes que não possuem acesso à internet ou estrutura adequada para realizar essas atividades, não garante o acesso de PCDs e não substitui, em qualidade, as aulas presenciais da USP. Além disso, desvaloriza o processo pedagógico e sobrecarrega os professores, já que eles são obrigados a produzir material e a se adaptar a uma plataforma online de ensino em pouquíssimo tempo.

Além disso, no que diz respeito ao CRUSP, que tem problemas de permanência estudantil há tempos, deve receber especial atenção neste momento, pois ali estão os estudantes que mais dependem do poder público para garantir sua segurança nessa crise. Diante disso, defendemos que:

1) Dado a necessidade de paralisação dos trabalhadores terceirizados, os restaurantes universitários não estão sendo capazes de atender a demanda dos moradores do CRUSP. Dessa forma, uma vez que a universidade tem o dever de garantir a alimentação desses estudantes, defendemos a implementação imediata de bolsas alimentação para os moradores do CRUSP;

2) Seja realizada a reforma imediata da cozinha comunitária do CRUSP;

3) Higienização das áreas comuns do CRUSP.

Por último, entendemos que as paralisações das atividades na USP devem ser gerais, sendo necessário também garantir a segurança e a remuneração de todos os trabalhadores e trabalhadoras da USP, terceirizados ou não. Portanto, o Movimento Correnteza se coloca a favor da decisão da ADUSP e SINTUSP sobre a paralisação total do funcionamento do campus para a seguridade dos trabalhadores e terceirizados.

Num momento em que o povo brasileiro é castigado por essa crise devido aos cortes de verbas nas áreas sociais, esse governo fascista propõe uma reforma administrativa que, se aprovada, destruirá ainda mais os serviços públicos, entregando-os nas mãos dos monopólios privados e dos bancos. E pior, o governo reduz direitos dos trabalhadores e da juventude e aproveita a situação de caos e desordem para aplicar um golpe no país.

Advogamos, portanto, que é necessário intensificar a luta nesse momento e construir a solidariedade aos bairros pobres, que carecem de estrutura básica e que, de fato, são os que mais sofrem durante a crise econômica e política e com os ataques aos direitos dos trabalhadores. O Movimento Correnteza está disposto, ao lado dos estudantes, a construir essa rede e está articulando ações solidárias para o próximo período.

Assim, reivindicamos também:

- Revogação do teto de gastos;
- Mais verbas para a Saúde e Educação;
- Mais investimentos para o Hospital Universitário e firme combate a precarização;
- Garantia das bolsas acadêmicas e da permanência estudantil;
- Que os créditos do Restaurante Universitário não sejam invalidados;
- Fim das privatizações;
- Nenhum ataque contra as comunidades pobres;
- Suspensão da cobrança de água, luz, internet e gás para famílias de baixa renda.




Qual a sua opinião?

NÃO AO ENSINO A DISTÂNCIA NA USP! EM DEFESA DA PERMANÊNCIA ESTUDANTIL!, para Ministério da Educação (MEC) e reitoria da USP foi criado por: movimentocorrenteza.
O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
354 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar