Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

ESCOLA MUNICIPAL PROF. ACELINO SCALQUETTE

Para: EXMO PREFEITO DE SÃO PAULO E EXMO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

BIOGRAFIA

PROF. ACELINO SCALQUETTE (1934 -2019)


Descendente de imigrantes italianos e luxemburgueses, o professor Acelino Scalquette nasceu na cidade de Fundão, no Estado do Espírito Santo. Capixaba de nascimento, mas paulistano por “escolha do coração”, dedicou sua vida ao ensino da língua portuguesa para diversas gerações de paulistanos.

Quando tinha três anos ficou órfão de pai e foi com sua mãe - Izabel Helmer - e os seus três irmãos morar na fazenda do seu avô paterno. Em 1947, ingressou no Instituto Missionário para formação de futuros padres na cidade mineira de Antônio Carlos.

Chega à cidade de São Paulo em 1955 com 21 anos de idade. Nascia aí o grande educador e estudioso da Língua Portuguesa.

Em São Paulo cursou duas faculdades: Letras e Pedagogia.

Lecionou em diversos colégios e escolas na capital, destacamos, dentre outros: Colégio Rio Branco; Colégio Salete; Colégio Anglo-Latino e Colégio Ruy Barbosa. Como professor destes colégios e do Curso Preparatório para Vestibulares, no “Curso Pré-Médico e Anglo Vestibulares”, ensinou Gramática da Língua Portuguesa para jovens paulistanos que, posteriormente, se tornariam médicos, advogados, engenheiros, magistrados, políticos, esportistas - como Ayrton Senna - e atores como Dan Stulbach e tantos outros.

Apaixonado pela cidade de São Paulo participou, na década de 70, do VII Concurso de Monografias sobre a História dos Bairros de São Paulo – importante coleção que a Prefeitura de São Paulo empreendeu nos anos 70 e 80.

Foi no Tremembé que conheceu a também educadora e professora Vera Arnoni – Medalha Anchieta e uma das pioneiras do ensino municipal de São Paulo – com quem se casou e teve dois outros filhos.

O reconhecimento por sua dedicação ao ensino de milhares de crianças e adolescentes na cidade de São Paulo o levou ao cargo de Diretor Pedagógico do Colégio Rio Branco – mantido pela Fundação de Rotarianos de São Paulo.

Aos 85 anos, faleceu na Capital Bandeirante - cidade que adotou e amou - e suas cinzas foram, conforme sua vontade, depositadas em solo paulistano.

Por todo esse relato, nós, filhos do professor Acelino Scalquette, contamos com seu apoio para se juntar a este abaixo-assinado, a fim de que uma Escola Municipal de São Paulo possa ter como o nome de seu patrono “PROF. ACELINO SCALQUETTE”, perpetuando, assim, a dedicação de um professor que tanto amou nossa Metrópole.

Desde já agradecemos.

Novembro/2020.

Rodrigo Arnoni Scalquette e Leandro Arnoni Scalquette





Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
1.257 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar