Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Abaixo-assinado em defesa do livre acesso dos escaladores, a qualquer hora, ao Parque Estadual dos Pireneus (PEPi) para a prática de escalada

Para: Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Estado de Goiás, Prefeitura Municipal de Pirenópolis, Prefeitura Municipal de Cocalzinho de Goiás e Prefeitura Municipal de Corumbá de Goiás

Ao Excelentíssimo Senhor
RONALDO CAIADO
Governador do Estado de Goiás

A Senhora
ANDRÉA VULCANIS
Secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Estado de Goiás - SEMAD
Goiânia - GO.

Ao senhor
JOSÉ DIVINO DE SOUSA JÚNIOR
Chefe da Unidade de Conservação (UC) do Parque Estadual dos Pireneus

Ao Senhor
NIVALDO ANTÔNIO DE MELO
Prefeito Municipal de Pirenópolis (GO)

A Senhora
VANESSA LEAL ADORNO FERREIRA DA COSTA
Secretária de Turismo do município de Pirenópolis (GO)

Ao Senhor
ALESSANDRO BARCELOS
Prefeito Municipal de Cocalzinho de Goiás (GO)

Ao Senhor
ALESSANDRO GONÇALVES DOS REIS
Secretário Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (SETEL) do Município de Cocalzinho de Goiás (GO)

Ao Senhor
FRANCISCO ALESSANDRO FERNANDES
Prefeito Municipal de Corumbá de Goiás (GO)


A prática de escalada no Parque Estadual dos Pireneus (PEPi) acontece desde a década de 1990 noturna e diuturnamente. Pelas características climáticas do Cerrado – onde localiza-se o PEPi – o desenvolvimento do esporte ao longo dos últimos 30 anos aconteceu principalmente no período no noturno. Em especial, a prática da escalada de alta performance, que só é possível a noite quando as temperaturas estão mais amenas. Apenas nestas condições o contato entre as mãos e a rocha permite o alcance de performance equivalente às vistas nas Olimpíadas de Tokyo 2020.

O Parque Estadual dos Pireneus guarda o maior destino sul-americano de escalada na modalidade boulder. Conhecido nacional e internacionalmente pela variedade, qualidade e quantidade de suas linhas de boulder, Cocal (como é carinhosamente apelidado pelos escaladores que frequentam o parque) era visitado durante o ano todo por atletas que buscam performances cada vez mais difíceis.

Com o atual horário de funcionamento do Parque Estadual dos Pireneus, restrito de 8h às 17h, de terça a domingo, determinado pela portaria Nº 545, de 18 de maio de 2021, no suplemento do Diário Oficial do Estado de Goiás a prática da escalada em Cocal está gravemente prejudicada. Sem a possibilidade da escalada noturna, muitos atletas que frequentavam o parque livremente não o fazem mais. A prática da escalada de alto nível na região sofre grande declínio e escaladores de grande renome não frequentam mais o destino. Além do que, a prática da escalada noturna beneficia trabalhadores/as e moradores locais que utilizam o período noturno como prática desportiva e de lazer.

Na busca por preservar a história construída até hoje e pavimentar um caminho frutífero para a escalada na região, é imperativo o livre acesso ao Parque Estadual dos Pireneus para a prática de escalada – de dia e de noite. Então, contamos com a sua assinatura para compor esta petição e compartilhar em suas redes sociais para alcançar o maior número possível de pessoas. Ajude-nos a continuar a escrever a história da escalada no Parque Estadual dos Pireneus!




Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
836 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar